sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

NAÇÃO NOVA CRUZ: COMUNICADO!!!


INFORMO que não teremos o programa NAÇÃO NOVA CRUZ neste sábado, 20 de Janeiro, uma vez que fomos avisados pela direção da Emissora, AGRESTE FM, que a haverá serviço de troca da TORRE da Rádio ( que havia sido danificada há alguns meses). Contamos com a compreensão de todos. 
Claudio Lima.

Mercado Público de Nova Cruz é inundado com fortes chuvas.

Pátios internos ficaram submersos com as águas pluviais.



O Mercado Público "Antonio Alves Flor" de Nova Cruz teve suas dependências inundadas pelas águas depois das fortes chuvas ocasionadas na manhã desta sexta feira, 19 de Janeiro. Os pátios térreos ficaram submersos.



Os feirantes reclamaram da falta de manutenção no prédio. Entupimentos e goteiras foram observados no local pelos comerciantes e feirantes durante as chuvas. Ao final tudo ficou inundado.

(Fotos feirantes locais)

ESCOLA ESTADUAL ROSA PIGNATARO INOVA EM 2018, COM EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL PARA O ENSINO MÉDIO e TÉCNICO EM INFORMATICA

 
A Escola Estadual Rosa Pignataro de Nova Cruz funcionará neste ano de 2018 com o Ensino Médio em Tempo Integral e para Técnico em Manutenção e Suporte à Informática também Integral, em conformidade com o trabalho de redimensionamento e reestruturação para a melhoria educacional, determinados pela Secretaria Estadual de Educação – SEEC em obediência à Lei Federal n. 13.415 de 2017.

Segundo o diretor da Instituição, George Gomes funcionarão 13 turmas em tempo integral, com disciplinas da Base Comum Curricular, atividades Didático-Pedagógicas, Projetos de vida, Experimentos em geral, Pró-Médio, entre outras modalidades, além de uma turma, também em tempo integral, para Técnico em Informática. Poderão participar destas turmas, alunos com idade entre 14 a 17 anos, que não trabalhem durante o dia.

De acordo com a Secretária da Educação do Estado, Professora Claudia Santa Rosa, a Secretaria garantirá aos alunos, uma infra-estrutura adequada à modalidade de Ensino em tempo Integral, que inclui: novo refeitório, novas carteiras, bebedouros, salas climatizadas, quadra esportiva, material didático-pedagógico condizente com as disciplinas e atividades propostas e a reforma da escola que já está licitada. Segundo ela, “o Ensino Médio em Tempo Integral que está sendo implantado nas principais escolas do estado faz parte de um conjunto de ações administrativas e pedagógicas de reestruturação do Ensino Médio na rede estadual”, concluiu. A Escola Estadual Rosa Pignataro dispõe de um quadro de professores jovens, experientes e dinâmicos para ofertar a melhor qualidade de Ensino Médio da Região.


MATRÍCULAS

Alunos antigos:

Segundo a Secretaria de Educação do Estado, os alunos que já eram da Escola Estadual Rosa Pignataro estão sendo direcionados para estas novas turmas.

Alunos novos:

É importante os pais ficarem atentos para a seguinte informação: Os alunos das redes, municipal e estadual de Ensino de Nova Cruz, que concluíram o nono ano deverão ser matriculados prioritariamente na Escola Estadual Rosa Pignataro, segundo determinação da SEEC.

Nas duas situações, somente os alunos que trabalham no turno diurno e que apresentarem declaração de trabalho que comprove esta situação é que poderão realizar matrículas em outras escolas do Ensino Médio da rede, em Nova Cruz (Alberto Maranhão e Djalma Marinho).

Estas novas matrículas deverão ser efetivadas no período de 22 de Janeiro a 09 de Fevereiro de 2018, na Secretaria da Escola. O início das aulas será dia 19 de Fevereiro.

(Matéria Claudio Lima – 3ª DIRED/SEEC Nova Cruz-RN)

HOJE ULTIMA NOITE DO NOVENÁRIO DE SÃO SEBASTIÃO.




A paróquia da Imaculada Conceição de Nova Cruz e Lagoa Danta encerra hoje o novenário de São Sebastião, padroeiro da maior comunidade da paróquia iniciada no dia 11 deste mês. Hoje às 19 h, a Missa será celebrada por D. Matias Patrício de Macedo, Arcebispo Emérito de Natal e que por 25 anos foi pároco de Nova Cruz.


Logo em seguida acontecerá a Festa Social com funcionamento de Pavilhão com o tradicional Leilão e que terá duas atrações musicais: Giannini Alencar e Aduílio Mendes.



Amanhã, Sábado, 20 Janeiro, teremos o encerramento dos festejos com a tradicional Procissão com a Imagem do santo mártir pelas ruas do bairro e Missa solene no largo da Igreja de São Sebastião. Toda a cobertura é da Pascom de Nova Cruz pelo face da Paróquia da Imaculada Conceição e pela Web Rádio da Imaculada Conceição de Nova Cruz. 

(Pascom Nova Cruz)

Festa de São Sebastião - Penúltima noite.



Missa de São Sebastião - 8ª noite do Novenário - Quinta Feira, 18 de Janeiro em Nova Cruz - Celebração de Pe. Antonio Roberto (Paróquia de Macaíba) e concelebrada por D. Matias Patrício - Arcebispo Emérito de Natal e Pe. Aerton Sales - Pároco local. 







Na oportunidade entrevistei para o face da Paróquia, o casal paraibano, que está no RJ, Lêda e Juciê e o Pe. Antonio Roberto.

(Fotos Pascom Nova Cruz)

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

HOJE: PENÚLTIMA NOITE DO NOVENÁRIO DE SÃO SEBASTIÃO.


Nesta quinta feira, 18 de Janeiro, às 19h Missa celebrada pelo Pe. Antonio Roberto (Paróquia de Macaíba/RN), ele que já foi Vigário Paroquial de Nova Cruz.




Logo em seguida, teremos o início do PAVILHÃO, com shows ao vivo de:Henry Freitas e Douglas Pegador. Cobertura total da Pascom de Nova Cruz no face da Paróquia da Imaculada Conceição de Nova Cruz.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Padre novacruzense celebra 7ª noite do novenário de São Sebastião.

(Fotos Pascom de Nova Cruz)

O Padre Ednaldo Virgílio, natural de Nova Cruz celebrou na noite desta quarta feira, 17 de Janeiro, a Missa do sétimo dia do novenário dos festejos de São Sebastião, padroeiro da maior comunidade da Paróquia da Imaculada Conceição (Nova Cruz e Lagoa Danta) e que foi concelebrada pelo Pe. Aerton Sales, Pároco local e pelo Diácono Alexandre Rossino.
O ofertório foi realizado com produtos alimentícios e de limpeza e higiene, pelos membros representantes do Movimento Jesus Misericordioso, das comunidades de Santa Maria Goretti e Cidade do Sol e das ruas, Nestor Marinho, Franco de Oliveira, Santo Antonio e São José e Manuel Bernardo da Silva.
Ao final, foi realizada a última Quermesse da programação que foi animada pelo cantor novacruzense, Diego Ramos e Banda.
Na oportunidade entrevistei o conterrâneo Pe. Ednaldo Virgílio, para o Face da Paróquia da Imaculada Conceição - Pascom.


Saúde e Segurança do RN terão aporte de 420 milhões do Governo Federal.



Em reunião com o governador Robinson Faria e a bancada potiguar, nesta terça feira, 16, o governo federal garantiu um repasse R$ 420 milhões para investimentos nas áreas de saúde e segurança no Rio Grande do Norte. A transferência do valor seguirá o trâmite processual legal, e se dará por meio de convênios e programas já existentes no Orçamento federal.

Apesar de ser uma ajuda relevante em áreas essenciais, este montante não pode ser empregado na folha de pagamento, cuja regularização tem sido uma das prioridades da  gestão estadual. Neste sentido, o governo federal se comprometeu a concluir no próximo dia 25  o diagnóstico das contas estaduais chegando às possíveis saídas para o reequilíbrio fiscal.

"E nós estamos fazendo a nossa parte. Estamos aguardando a aprovação, na Assembleia Legislativa, do RN Urgente, pacote de medidas necessário para que coloquemos nossas despesas dentro das receitas", assinalou o governador Robinson Faria. "Na reunião, reforçamos mais uma vez e mostramos a toda equipe econômica presente que a crise não é resultado do descontrole da gestão. Pelo contrário, temos uma das menores folhas de comissionados do Brasil e um dos menores custeios", acrescentou. 

Do governo federal, além do presidente Temer estavam presentes os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, e o ministro de Planejamento Dyogo Oliveira. Da bancada federal, compareceram os senadores Garibaldi Alves e José Agripino e os deputados federais Fábio Faria, Betinho Rosado, Rafael Mota e Walter Alves.  

(Info: ASSECOM-GOV/RN)

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Deputados iniciam discussões sobre Pacote do Governo do RN.



Os deputados estaduais do Rio Grande do Norte começam hoje as discussões em torno dos 18 projetos que formam o Pacote de Ajustes Fiscais de autoria do Poder Executivo do RN, com o objetivo, segundo o governo, minimizar a crise financeira no estado.

Confira abaixo a explicação de cada uma das medidas:

1 - Previdência Complementar dos Servidores: A partir da publicação da lei, os novos servidores do estado terão as aposentadorias limitadas ao teto do regime geral (R$ 5.531,31). O servidor que quiser se aposentar com proventos superiores a esse valor deverá pagar os complementos;
2 - Aumento de Alíquota de Contribuição: Segundo o secretário, o Fundo Financeiro do Instituto Previdenciário do RN tem um déficit de aproximadamente R$ 110 milhões por mês. Feitosa explica que, para cobrir esse déficit é necessário aumentar a receita do Fundo, que tem como principal fonte as contribuições dos servidores e do Estado. Se aprovada, a lei amplia de 11% para 14% a alíquota dos funcionários estaduais e de 22% para 28% a do Executivo;
3 - Teto de Gastos: Com a aprovação, as leis orçamentárias de todos os Poderes só podem crescer, de um ano para o outro, o índice de inflação. Segundo Feitosa, a medida vale por 20 anos e exclui as áreas de Saúde, Segurança Pública e Educação;
4 - Refis do Emgern: Empresa Gestora de Ativos do Rio Grande do Norte (Emgern) é o órgão responsável por gerir os ativos dos extintos BDRN e Bandern. Esses ativos integram o Fundo Financeiro do Ipern (Instituto de Previdência do RN), mas quem faz a gestão é a Emgern. O refis é um programa de refinanciamento de dívidas tributárias;
5 - Ônus na cessão de servidores: A medida vai autorizar o Governo a abater dos duodécimos dos Poderes em que houver servidores cedidos o valor referente aos salários desses funcionários, bem como a contribuição previdenciária de cada um deles;
6 - Instituição do Fecidat/RN: a proposição trata-se de instituir o Fundo Especial de Créditos Inadimplidos e Dívida Ativa (Fecidat/RN). É o fundo vinculado à Secretaria de Tributação, para as suas atividades cotidianas;
7 - Revisão do Plano Plurianual: Proposição de mudança no Plano Plurianual 2016-2019, com base na atual crise financeira;
8 - Vetar reajuste para gestão seguinte: A lei vai proibir os governantes de darem aumentos em seu último ano de mandato que tenham previsão de implementação nos anos seguintes;
9 - Lei da Fundase: Transforma a Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac) em Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado do Rio Grande do Norte (Fundase). O Governo propõe uma reestruturação do órgão através de uma Lei Orgânica;
10 - Alteração de lei de unificação dos Fundos do Ipern: Trata-se da mudança da lei que juntou os dois fundos do Ipern: o Previdenciário e o Financeiro;
11 - Regime próprio de previdência do RN: Mudança de artigos da Lei do Instituto de Previdência do RN que preveem a atualização dos benefícios segundo os índices do INSS;
12 - Modificação das diárias operacionais: Reitera para 8h trabalhadas o direito a receber o novo valor de diárias que é de R$ 107,40 ( para os policiais);
13 - Extinção de secretarias: o Governo do Estado quer a extinção das Secretarias de Esporte e Lazer (Seel), Secretaria de Apoio à Reforma Agrária (Seara) e o Departamento Estadual de Imprensa (DEI), para redução de custos. De acordo com Cristiano Feitosa, o número de servidores nas três pastas não chega a 100 pessoas;
14 - Venda Potigás: o Poder Executivo quer a permissão da Assembleia Legislativa para vender os 17% em ações da Potigás que pertencem ao Governo do Estado;
15 - Fim de verbas transitórias na aposentadoria: A proposta do Governo é de impedir que sejam incorporadas gratificações inconstitucionais nas aposentadorias;
16 - Poderes e instituições pagarem contribuição de aposentadorias: De acordo com o secretário Cristiano Feitosa, atualmente, nem a Assembleia Legislativa, nem o Tribunal de Justiça, ou o Tribunal de Contas, nem o Ministério Público, nem a Defensoria Pública arcam com as contribuições de seus servidores aposentados. O projeto do Governo do Estado quer que esses valores passem a ser descontados dos duodécimos de cada um dos Poderes e instituições. Os duodécimos são valores repassados pelo Executivo;
17 - Extinção de quinquênios: a cada cinco anos, os servidores do Estado adquirem adicionais de 5% de quinquênio, por tempo de serviço. Em algumas categorias é anuênio, todo ano 1%. O Secretário salienta que isto só valerá para depois da aprovação da Lei: “Quem já tem os adicionais não perde, mas não adquire novos adicionais”, acrescenta;
18 - Alienação de bens: O Governo do Estado quer a permissão para poder vender alguns bens, ou dar-lhes como garantias em operações de crédito para captar recursos de instituições financeiras. são o Centro de Convenções, o Centro de Turismo e o prédio da Ceasa. Ainda o terreno da oficina do DER e outros bens que ainda estão sendo levantados pelo Governo.

Fonte: G1 

RN: Demissões devem gerar mais de 5 milhões em economia.

As demissões não precisam de aprovação na AL-RN.
(Info: G1 RN)


As demissões anunciadas pelo governo do Rio Grande do Norte e que já estão sendo adotadas para recuperar a situação financeira estadual devem gerar uma economia de mais de 5 milhões de Reais mensalmente, conforme anunciou ontem, o Secretário de Administração e Recursos Humanos, Cristiano Feitosa.

Segundo ele, as demissões não dependem de autorização da Assembléia, diferentemente das demais medidas anunciadas pelo governo estadual e por isso já estão sendo postas em prática.

O primeiro grupo afetado com a reforma na folha, que já foi iniciada, é o de cargos comissionados. Segundo Feitosa, a intenção é de colocar para fora aproximadamente 280 pessoas que estão em cargos de comissão, mais ou menos 20% do total desses cargos, que é de 1380. Em seguida o Executivo vai demitir os aposentados celetistas que têm outro vínculo com o Estado. São aproximadamente 600 pessoas que estão distribuídas entre os órgãos Ceasa, Datanorte a Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn). Eles se aposentaram pelo INSS por esses órgãos e mantêm vínculo trabalhista com o Governo, recebendo renda de duas fontes. Porém, não foram ainda aposentados pelo Instituto Previdenciário do RN (Ipern)”, explicou o secretário.

Outro levantamento é sobre os funcionários que tem mais de uma matrícula ativa no estado de forma irregular. E ainda destacou que, caso essas primeiras medidas não surtam os efeitos desejados, o governo deverá demitir os servidores não estáveis.

Em relação a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, UERN, o Secretário afirmou que as demissões naquela instituição estão a cargo da Reitoria, acrescentando que as mesmas devem obedecer a uma decisão do Supremo Tribunal Federal.