quinta-feira, 2 de fevereiro de 2023

Festa de N. S. Piedade: Programação de encerramento, 2 de fevereiro.

 
A festa de Nossa Senhora da Piedade, padroeira da comunidade de Frei Damião, em Nova Cruz/RN, tem seu encerramento hoje, 2 de fevereiro, com procissão e missa de encerramento a partir das 16h. Confira o itinerário da procissão (fonte: Pascom)

segunda-feira, 30 de janeiro de 2023

NEO ENERGIA: Unidade Móvel presta serviço hoje, 30,em Nova Cruz

 

Os moradores de Nova Cruz tem acesso a até 30 tipos de serviços na Unidade Móvel de Atendimento da Neoenergia Cosern nesta segunda-feira (30). O veículo, adaptado para funcionar como uma agência móvel, está estacionado no centro da cidade das 09h às 16h.

Na Unidade Móvel, os cidadãos terão a oportunidade de negociar dívidas, solicitar desligamento do fornecimento de energia elétrica, modificar titularidade para cobrança da conta de luz, emitir segunda via de pagamento, entre outros serviços.

“Também vamos oferecer orientações sobre como pagar a fatura com cartão de crédito no site e como realizar pagamentos por PIX, além de parcelamentos que realizamos na própria unidade móvel”, explica Marcos Holanda gerente de Relacionamento com Clientes da Neoenergia Cosern.

Serviços da Unidade Móvel

• Pedidos de novas ligações;

• Cadastro na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE);

• Atualização de cadastro;

• Troca de titularidade;

• Religação;

• Desligamento definitivo;

• 2ª via de faturas;

• Cadastramento de fatura por e-mail;

• Pagamento de faturas com cartão de débito.

DUVIDAS:

 • WhatsApp para o número (84) 3215-6001 ou ligar para o 116.​

Tríduo a N. Senhora da Piedade: Começa hoje no bairro Frei Damião

 

A paróquia da Imaculada Conceição inicia nesta segunda feira, 30, o Tríduo em honra à Nossa Senhora da Piedade padroeira da comunidade do Frei Damião, com o tema: "Com Maria aos pés da Cruz, vivendo o dom da piedade".
A programação se inicia às seis e meia da noite com o terço e em seguida a solenidade de hasteamento da bandeira e celebração de missa de abertura. Após a missa quermesse e sorteio de brindes.
As festividades seguem até 2 de fevereiro, dia de Nossa Senhora da Piedade com a procissão e missa de encerramento.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Ielmo Marinho anuncia piso dos professores acima do índice do MEC e já em janeiro.

 

O município de Ielmo Marinho – Região Agreste do RN, com população de 13.766 habitantes anunciou nesta semana o pagamento do novo piso nacional do magistério já em janeiro de 14,95%.

Além de ter sido um dos primeiros municípios a anunciar a adesão ao aumento em 2023, ainda protagonizou pioneirismo ao incluir mais 2% de reajuste, portanto fechando 16,95%. A proposta foi aprovada pela Câmara Municipal e os pagamentos dos reajustes deverão começar no final deste mês, garantiu a prefeita Rossane Patriota, que atribuiu à gestão séria e o diálogo permanente com a categoria educacional, as condições que permitiram o avanço na educação.

Jornal da 103 - Curimataú FM.

 
Logo mais às 12h estarei mais uma vez participando do Jornal da 103 apresentado por Igor Fernandes, na mesa redonda junto com Germano Targino e convidados. Muitos assuntos sobre nossa cidade. Não percam.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

CENSO: Nova Cruz perde população. Gestão tenta correr atrás do prejuízo.

 
Na divulgação feita pelo IBGE dos resultados preliminares do CENSO 2022 no RN, para servir de base à aplicação em janeiro de 2023, dos coeficientes do FPM pelo governo federal, constatou-se que 27 municípios perderam habitantes em relação a 2021 e um deles foi Nova Cruz que passou dos 37.554 para 34.252 habitantes, portanto uma redução de 3.302 pessoas, o que resultaria na diminuição do seu coeficiente dos atuais 1.8 para 1.6 e consequente perda de recursos, algo em torno de 12 milhões de Reais em 2023.

Então a pergunta lógica a se fazer é: Quais os fatores que contribuíram para essa redução de população em Nova Cruz? Erro do IBGE? Falta de apoio da gestão? Falta de colaboração da população? Ou é  essa mesma a realidade do município?

Como ex-supervisor de recenseamento do IBGE consultei agentes que realizaram o Censo em 2022 e constatei que um somatório de fatores contribuíram para o resultado negativo em Nova Cruz: a negligência por parte da atual gestão no que se refere ao apoio ao trabalho de colhimento de dados da sua própria população; ser uma cidade que tem residências fronteiriças com outros municípios; a falta de colaboração também de parte da população que preferiu não receber os agentes do IBGE em suas residências; e ser um ano eleitoral.

Então vamos aos fatos constatados.

Todo Censo tem uma data “D” que nesse caso foi 23h e 59 min do dia 31 de julho de 2022 para basear o colhimento dos dados. Ou seja, tudo que ocorreu até esta data entra no Censo. Caso contrário só será recebido no censo posterior. Então se um cidadão está morando em duas casas, até a data “D”, uma em Nova Cruz e outra no Loteamento do “gringo” que está no limite com a  Paraíba, por exemplo, o cidadão deverá ser recenseado na que passa maior tempo. No entanto, pela falta de uma maior divulgação em mídia por parte da gestão municipal de Nova Cruz, pessoas podem ter sido recenseadas em Logradouro ou outro município fronteiriço, causando perdas a nossa cidade.

E essa falta de divulgação massiva por parte da gestão municipal de Nova Cruz sobre o trabalho do Censo: nas rádios, nas redes sociais e no próprio Diário Oficial do Município, fragilizou o trabalho quando dificultou o conhecimento da população acerca da pesquisa demográfica. Tanto que famílias podem não ter sido recenseadas por desconhecerem a importância do trabalho ou confundiram com pesquisas eleitorais, pois as censitárias foram realizadas durante uma campanha eleitoral, geral e acirrada.

É grave, se constatado que a atual gestão tenha negligenciado o apoio institucional ao Censo. Com certeza o prefeito deve ter sido procurado, neste sentido, pelo IBGE e pelos Supervisores do Recenseamento em Nova Cruz. É uma obrigação da gestão, apoiar o Censo, sob pena de responsabilizações futuras. Como ex-supervisor de Censo do IBGE e como radialista, não consegui perceber uma divulgação satisfatória por parte da gestão municipal sobre o Censo e esse fato me foi constatado também, por alguns agentes de recenseamento atuais.

Contudo, depois do “leite derramado”, como se diz no jargão popular, ou seja, depois que o trabalho de coleta de dados em campo por parte dos recenseadores terminou, inclusive com suas dispensas, a gestão municipal está conclamando a população a ligar para IBGE, 137, para dar suas informações, com divulgações desesperadas nas redes sociais e em carros de som nas ruas, dia e noite. Também está impondo aos agentes de saúde a realizarem esta coleta de dados – que não é a função prioritária do agente de saúde, para tentar reverter os números apresentados no Censo.

A atual e agonizante busca da gestão municipal pela parceria da população para que participe do Censo de forma atrasada, chancelam a meu ver a sua incompetência e total negligência a tão importante trabalho, que somado aos outros fatores citados, causaram infelizmente um resultado negativo, ou seja, a redução dos números da população, consecutivamente, a diminuição do coeficiente do FPM e a queda nos recursos municipais que, com certeza, impactará a vida dos nova-cruzenses mais carentes, que necessitam do apoio do poder público para sobreviverem. Este será um péssimo legado da atual gestão.

Mundo estarrecido com o genocídio dos Yanomami.

 

(Foto Folha de São Paulo)

Matéria Claudio Lima.

O mundo voltou seus olhos nos últimos dias para as notícias da situação de penúria em que vivem os povos yanomami, no Brasil. Analistas acusam o ex presidente Bolsonaro de ter sido no mínimo "omisso" e com isso ter contribuído ainda mais com a degradação dos indígenas. Grupos extremistas ligados ao ex-presidente tentam desviar o foco das atenções com notícias fake. Governo atual determina investigações rigorosas, punições e ações imediatas de ajuda aos yanomami.

Repercute negativamente no mundo, a notícia do estado de calamidade vivido pelo povo Yanomami no estado de Roraima. As principais redes de comunicação de jornais, TVs, e conglomerados internacionais nas redes sociais acusam o governo brasileiro do ex-presidente Jair Bolsonaro de ter sido no mínimo conivente com a situação de penúria vivida pelos indígenas brasileiros. 

Com o intuito de gerar confusão nas informações, terroristas internautas ligados ao “bolsonarismo” fazem circular notícias fake de que os índios yanomami são na verdade venezuelanos e não brasileiros, o que já foi desmentido pelas redes internacionais de notícias e pelo próprio governo brasileiro. “Tentam na verdade escamotear outro “genocídio” promovido ou ao menos permitido pelo governo extremista de Bolsonaro”, disse indignado o senador Randolfe Rodrigues (REDE) do Amapá. “No governo do ex-presidente Bolsonaro a situação piorou drasticamente: ele encorajou a abertura do território e incentivou a entrada de milhares de garimpeiros. Ele desmantelou o serviço de saúde indígena aplaudiu a expansão de garimpos em territórios indígenas e ignorou os apelos desesperados de organizações indígenas, da Survival e de muitos outros quando a escala da crise ficou clara.” Concluiu o senador.

Vejam esse vídeo abaixo. Nele, políticos bolsonaristas comemoram o que eles chamam de “erradicação” do PT em Roraima.

Então se eles “mandam” no estado, por que não fizeram nada para evitar o genocídio dos yanomami em Roraima? Ou foram conviventes? Provaram as suas incompetências?

INVESTIGAÇÕES

O Ministro da Justiça Flávio Dino, a pedido do presidente Lula, acionou a Polícia Federal e determinou abertura de inquérito de “genocício dos yanomami”. As investigações já se iniciaram e deverão também apurar conduta inadimplente do governo de Bolsonaro, ação dos garimpeiros na região e a conivência de políticos e empresários envolvidos na questão e com base nas provas pedir punições judiciais.

SITUAÇÃO DOS YANOMAMIS

(UOL.com)

As ultimas notícias dão conta de que crianças yanomami são intubadas em UTI de Boa Vista com desnutrição grave e longe dos pais. Governo Lula determina imediata formação de comissão para ajuda humanitária e de saúde aos yanomami. 

sábado, 21 de janeiro de 2023

Hoje tem 30 MINUTOS COM CULTURA - Na rádio Agreste FM às 19h.

 
Notícias, informações, músicas, poesias, curiosidades, tudo sobre a cultura potiguar. Logo mais a partir as 19h pela Agreste FM 103,5 MHz.